Dicas para identificar notícias falsas

O Facebook está trabalhando para impedir a desinformação e proliferação de notícias falsas. Esse não é um fenômeno novo e todos, inclusive você que está lendo esse post, tem responsabilidade nessa missão começando por exemplo a seguir algumas dicas para saber identificar notícias falsas:

  1. Seja cético com as manchetes. Notícias falsas frequentemente trazem manchetes apelativas em letras maiúsculas e com pontos de exclamação. Se alegações chocantes na manchete parecerem inacreditáveis, desconfie.
  2. Olhe atentamente para a URL. Uma URL semelhante à de outro site ou um telefone podem ser um sinal de alerta para notícias falsas. Muitos sites de notícias falsas imitam veículos de imprensa autênticos fazendo pequenas mudanças na URL. Você pode ir até o site para verificar e comparar a URL com a de veículos de imprensa estabelecidos.
  3. Investigue a fonte. Certifique-se de que a reportagem tenha sido escrita por uma fonte confiável e de boa reputação. Se a história for contada por uma organização não conhecida, verifique a seção “Sobre” do site para saber mais sobre ela.
  4. Fique atento a formatações incomuns. Muitos sites de notícias falsas contêm erros ortográficos ou apresentam layouts estranhos. Redobre a atenção na leitura se perceber esses sinais.
  5. Considere as fotos. Notícias falsas frequentemente contêm imagens ou vídeos manipulados. Algumas vezes, a foto pode ser autêntica, mas ter sido retirada do contexto. Você pode procurar a foto ou imagem para verificar de onde ela veio.
  6. Confira as datas. Notícias falsas podem conter datas que não fazem sentido ou até mesmo datas que tenham sido alteradas.
  7. Verifique as evidências. Verifique as fontes do autor da reportagem para confirmar que são confiáveis. Falta de evidências sobre os fatos ou menção a especialistas desconhecidos pode ser uma indicação de notícias falsas.
  8. Busque outras reportagens. Se nenhum outro veículo na imprensa tiver publicado uma reportagem sobre o mesmo assunto, isso pode ser um indicativo de que a história é falsa. Se a história for publicada por vários veículos confiáveis na imprensa, é mais provável que seja verdadeira.
  9. A história é uma farsa ou uma brincadeira? Algumas vezes, as notícias falsas podem ser difíceis de distinguir de um conteúdo de humor ou sátira. Verifique se a fonte é conhecida por paródias e se os detalhes da história e o tom sugerem que pode ser apenas uma brincadeira.
  10. Algumas histórias são intencionalmente falsas. Pense de forma crítica sobre as histórias lidas e compartilhe apenas as notícias que você sabe que são verossímeis.

E uma dica extra: Na dúvida, não compartilhe. 🙂

O Facebook está dedicado especialmente em três áreas principais:

1- Interrompendo incentivos econômicos porque a maioria das notícias falsas tem motivação financeira. Spammers ganham dinheiro se passando por editores de notícias legítimos, postando fraudes que levam muitas pessoas a visitar um determinado site. Por isso, o Facebook divulgou que vai fazer uma melhor identificação de notícias falsas por meio de organizações de verificação de fatos e de terceiros, tornando mais difícil também a compra de anúncios por pessoas que fazem isso. Houve uma atualização na inteligência artificial do facebook que ajuda a equipe a identidicar perfis falsos. Lembrando que em maio de 2017, o Facebook já havia feito uma atualização que fez com que as pessoas vissem menos postagens e anúncios no Feed de Notícias com links para páginas de baixa qualidade e reinicidentes que publiquem notícias falsas repetidamente não vão poder mais anunciar no Facebook.

2 – Construindo novos produtos para conter a disseminação de notícias falsas
Um deles estuda o fato de que, se a leitura de um artigo deixe as pessoas menos propensas a compartilhá-lo, isso pode ser um sinal de que a história enganou as pessoas de alguma forma, assim é possível reduzir a prevalência de conteúdo de fake news.
O Facebook também está facilitando as denúncias feitas pelos usuários, que ao clicar no canto superior direito, pode enviar o conteúdo para análise. Posts marcados como falsos podem ter alcance reduzido.

3- Ajudando as pessoas a tomar decisões quando encontram notícias falsas
O Facebook está convocando especialistas e organizações importantes que já estão realizando trabalhos nessa área, como a Escola de Jornalismo e Comunicação de Massa Walter Cronkite da Universidade Estadual do Arizona.
Também está sendo produzindo uma série de anúncios de serviço público para ajudar a informar as pessoas no Facebook sobre essa questão.

Se inscreva na minha Newsletter!

Sem spam, só o que interessa sobre a Vida de Social Media.

Redes Sociais

Mais artigos

Posts recentes

Como BAIXAR Ícones e em PNG no Flaticon

Hey, social media! Você que sempre procura por ícones focinhos para usar nas publicações, trago uma dica. O Flaticon tem zilhões de ícones e disponibiliza individualmente alguns grátis e outros

Como colocar senha no TikTok

O recurso de senha do TikTok vai te ajudar a limitar o tempo que você ou que alguém que você precisa ficar de olho, passa dentro do aplicativo. Basicamente, você

Fica de 👀  no seu e-mail que eu tô chegando com uma news lindinha. Me tira do SPAM, hein? 😇