O que faz um especialista em redes sociais?

Investir na carreira de marketing digital é um caminho a ser percorrido por muitos profissionais, já que o segmento deve continuar em crescimento e fortalecido nos próximos anos, pra não dizer décadas. Já não existe mais o mundo onde o universo online e a vida sem conexão. Claro que seria uma utopia muito grande não citar que de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), um em cada 4 brasileiros não tem acesso à internet. Os excluídos digitais somam mais de 47 milhões de brasileiros que em sua maioria, não tem rede em casa devido ao alto valor cobrado pelas companhias. Embora o número represente cerca de 23% da população, um especialista em redes sociais precisa ter acima de tudo consciência do seu papel transformador e a sua responsabilidade em conectar pessoas e impulsionar negócios.

Atividades de um especialista em redes sociais

Não existe uma função ou atividade específica. Na verdade, esse é profissional pode ser focado em uma ramificação do digital, mas no fundo ele precisa ser um eterno generalista. É fundamental entender os processos de ponta a ponta e compreender o papel de cada função em uma empresa. O olhar para o todo fará com que o estudo do comportamento do consumidor, concorrentes, tendências, análises, identificação de oportunidade ocorra de uma forma muito mais natural.

Ao fazer um simples exercício de elaboração de uma pauta, quais perguntas seriam importantes que fossem respondidas, quais lacunas devem ser preenchidas com conteúdo, quais estratégias com os anúncios.

Dominar ferramentas, plataformas, processos, funções, metodologias e qualquer outra etapa que constitui na presença de marca, produção de conteúdo, gerenciamento de anúncios, elaboração de relatórios, posicionamento, planejamento e ações. Basicamente, o entendimento macro fará a diferença, mesmo que o profissional deseje segmentar suas atividades. Algumas das opções: marketing de atração (inbound marketing), técnicas de posicionamento de sites e blogs no Google (SEO), produção de conteúdo para blog, marketing de conteúdo, gestão de mídia sociais, gestão de marca, venda e fidelização, inteligência de mercado, performance e compra de mídia.

Quem pode usar o título de especialista?

Eu cursei um curso de Tecnólogo em Comunicação Empresarial, bem específico e outro bacharelado em Jornalismo, muito mais amplo. Porém, nenhum deles isoladamente permitia o uso do título de especialista. Então, cursei uma pós-graduação Lato sensu em Marketing e Mídias Sociais. No futuro, meu objetivo é fazer o Stricto sensu para lecionar em faculdade.

No caso da pós-graduação, os cursos podem ser de duas categorias:

  • Lato sensu – com duração entre 1 e 2 anos, representam a especialização em determinada área, com a finalidade de profissionalização. 
  • Stricto sensu – cursos com finalidades acadêmicas. Há três graus de pós-graduação:
    • Mestrado – com duração de 2 anos, requer a apresentação de dissertação ao final do período.
    • Doutorado – com duração máxima de 4 anos, requer grau de mestrado, e a apresentação de tese ao final do período.
    • Pós-doutorado – mais alto grau da formação acadêmica, requer o grau de doutorado para ser realizado.

Existem profissionais que devido a sua experiência utilizam o título. Vale destacar que para tal, é preciso ter conhecimentos especiais e habilidades diferenciadas no segmento. Um especialista é uma autoridade. Embora eu não concorde com o uso nesse cenário, acredito em pessoas que são excepcionais mesmo sem formação acadêmica. Eles estudam de forma autônoma e independente, ganhando destaque no mercado mesmo assim.

Média salarial de um especialista em redes sociais

As agências são extremamente cruéis na remuneração e quando localizada em interiores e fora das grandes capitais, costumam oferecer um valor ainda menor. Não somente para os especialistas, normalmente para a equipe toda. Em empresas fora desse contexto, normalmente o profissional pode começar como assistente, analista, gerente e coordenador até chegar na posição de especialista.

Quanto maior a experiência, maior variação salarial. Segundo o Vagas.com, a média calculada nos valores informados pelos candidatos do site, está em R$4.733 até R$10.292 com média de R$7.554.

Muitos percorrem o caminho do empreendedorismo, conduzindo seus próprios negócios. Os ganhos são ainda mais variáveis, pois dependem da segmentação, do nicho, quantidade de clientes e tamanho da equipe. Um especialista sozinho consegue trabalhar em dezenas de projetos simultaneamente, dependendo do grau de complexidade. Com isso, os ganhos podem variar de R$5.000 a R$25.000.

Nos meus trabalhos, elaboro um escopo personalizado para cada contrato e após a especialização, pude quadruplicar o valor da minha hora.

Gostou do post? Compartilhe!

camila-carvalho-avatar (1)

💁‍♀️  Jornalista, especialista em marketing. Falo sobre redes sociais e uso consciente da tecnologia. 🧠   

NEWSLETTER

EDITORIAS

Fica de 👀  no seu e-mail que eu tô chegando com uma news lindinha. Me tira do SPAM, hein? 😇