Tudo sobre a atualização na privacidade do WhatsApp

O ano começou agitado pra alguns usuários do WhatsApp que receberam um aviso no aplicativo sobre a atualização da Política de Privacidade. Quem não concordar, não vai poder usar o aplicativo. Mas o que muda realmente?

Eu fiz um vídeo curto e rápido em que explico exatamente como seremos impactos por esse comunicado. Prepare-se, pois vou resumir em três palavras: não muda nada. Explico o motivo a seguir.

Em julho de 2019, o WhatsApp atualizou a sua política de privacidade e nos dava o direito de escolha, se queríamos ou não compartilhar os nossos dados com as demais empresas do Grupo Facebook, que inclui Messenger e Instagram. A grande diferença é que com a atualização do dia 4 de janeiro de 2021 não teremos mais o direito de escolha. Caso não aceite, o usuário não poderá mais usar o aplicativo.

REPERCUSSÃO

Nas redes sociais, foi um misto de emoção com falta de informação que causou o crescimento de concorrentes diretos como o Telegram e Signal. A impressão é que os usuários entenderam que a partir de fevereiro todos perderiam sua privacidade e que até mesmo suas conversas íntimas seriam públicas. Vale destacar que o WhatsApp não possui uma versão monitorada, ou seja, não conseguimos rastrear o que está sendo conversado em mensagens privadas ou em grupos.

Com chamadas bem no estilo caça-cliques, muitos sites noticiaram que usuários seriam suspensos, omitiram a informação de que os dados já estão sendo compartilhados e a na memória coletiva, o escândalo envolvendo o Facebook e a Cambridge Analytica ainda está pulsando.

DADOS

A notificação sobre a atualização, além de não permitir escolha, trouxe consciência. Muitas pessoas não sabiam que já estavam compartilhando os seus dados, foi justamente por isso que o WhatsApp se manifestou, em nome da transparência de dados.

O WhatsApp compartilha com o Facebook dados como número de telefone, qual sistema operacional, endereço de IP, palavras-chaves, entre outros. Mas, segundo a empresa todas as mensagens continuam sendo criptografadas, o que significa que nem eles nem terceiros podem ler.

informações do celular (como o sistema operacional) e seu endereço IP. A empresa continua dizendo que “suas mensagens são criptografadas para que nós ou terceiros não possamos lê-las”; a criptografia de ponta a ponta, que usa o protocolo Signal, não mudou. No entanto, muitos usuários ficaram com a impressão de que o mensageiro iria revelar suas conversas particulares.

Queremos ser transparentes sobre quais informações são privadas e quais delas coletamos e compartilhamos com o Facebook, empresa à qual pertencemos. As informações que compartilhamos nos ajudam a melhorar sua experiência com nosso produto e a aumentar sua segurança. 

WhatsApp

O WHATSAPP E O FACEBOOK…

  • O WhatsApp ou o Facebook não conseguem ler suas mensagens ou ouvir suas chamadas;
  • O WhatsApp não mantém um histórico de trocar de mensagens ou ligações;
  • O WhatsApp não compartilha seus contatos com o Facebook;
  • O WhatsApp e o Facebook não conseguem ver seu compartilhamento de localização;
  • Os grupos do WhatsApp são privados;
  • Você pode definir que suas mensagens desapareçam;
  • Você pode baixar seus dados.

Com a palavra, o próprio WhatsApp:

Não podem ler suas mensagens privadas nem ouvir suas chamadas no WhatsApp: o WhatsApp e o Facebook não podem ler suas mensagens nem ouvir suas chamadas com colegas de trabalho, amigos e familiares. Tudo que você compartilha fica só entre você e os participantes das conversas. Suas mensagens pessoais são protegidas com a criptografia de ponta a ponta, e jamais enfraqueceremos esse dispositivo de segurança. Além disso, continuaremos exibindo um aviso sobre essa proteção em cada conversa para que você tenha certeza do nosso compromisso. Saiba mais sobre a segurança do WhatsApp em no  site.

Não mantém registro das pessoas para quem você ligou ou enviou mensagens: normalmente, empresas e operadoras de telefonia mantêm esses dados, mas o WhstaApp acreditamos que manter os registros de dois bilhões de usuários seria um risco de privacidade e segurança.

O WhatsApp e o Facebook não podem ver sua localização compartilhada: quando você compartilha sua localização com alguém no WhatsApp, ela é protegida pela criptografia de ponta a ponta. Assim, somente as pessoas com as quais você compartilhou sua localização podem vê-la e ninguém mais.

O WhatsApp não compartilha seus contatos com o Facebook: quando você dá permissão, o WhatsApp acessa os números de telefone da sua agenda para tornar a troca de mensagens mais rápida e confiável. Nós é compartilhado sua lista de contatos com os outros apps do Facebook.

As conversas em grupo continuam privadas: o WhatsApp utiliza as informações de participação dos grupos para entregar as mensagens aos participantes dos grupos e proteger os serviços de abusos e mensagens indesejadas (spam). Eles não compartilhamos esses dados com o Facebook para o propósito de exibir anúncios.

Você pode utilizar as mensagens temporárias: para ter mais privacidade, você tem a escolha de utilizar o recurso de mensagens temporárias para enviar mensagens que desaparecem das conversas após 7 dias da data do envio. Saiba mais na  Central de Ajuda.

Você pode baixar seus dados: para saber quais informações o WhatsApp mantém sobre sua conta, você pode baixar essas informações diretamente do app do WhatsApp. Saiba mais neste artigo.

COMO O FACEBOOK USA OS DADOS DO WHATSAPP

De acordo com as informações divulgadas pelo WhatsApp, são três frentes de uso.

Serviços de hospedagem do Facebook: as conversas com empresas são diferentes das conversas com amigos e familiares. Algumas empresas de grande porte precisam utilizar serviços de hospedagem para gerenciar as comunicações com seus clientes. Por isso, o WhatsApp oferece às empresas a opção de utilizar os serviços seguros de hospedagem do Facebook para gerenciar as conversas com seus clientes no WhatsApp, responder a perguntas e enviar informações úteis, como recibos de compra. Porém, o conteúdo da sua conversa (seja por telefone, e-mail ou WhatsApp) pode ser visto/lido pela empresa, e algumas informações compartilhadas na conversa podem ser utilizadas pela própria empresa para fins de marketing, inclusive para fazer publicidade no Facebook. Para ter certeza de que você está ciente dessas situações, o WhatsApp vai informar claramente na conversa se uma empresa optou por utilizar os serviços de hospedagem do Facebook.

Novos recursos comerciais: cada vez mais pessoas querem fazer compras online. Com os recursos comerciais do Facebook como as Lojas, algumas empresas poderão exibir seus produtos no WhatsApp para que as pessoas possam ver quais itens estão disponíveis para compra. Se você escolher usar as Lojas, suas atividades de compra poderão ser usadas para personalizar sua experiência nas Lojas e os anúncios que você vê no Facebook e no Instagram. Esses recursos são opcionais e quando você os usa, o WhatsApp vai informar diretamente no app como e por que seus dados serão compartilhados com o Facebook.

Descobrir outras empresas: você poderá ver um anúncio no Facebook com um botão para enviar mensagens para uma empresa por meio do WhatsApp. Se você tiver o WhatsApp instalado no seu celular, será possível enviar mensagens diretamente para essa empresa. O Facebook, por sua vez, poderá utilizar os dados de como você interage com esses anúncios para personalizar os anúncios que você verá no futuro.

Devo trocar o WhatsApp pelo Telegram ou o Signal?

Se você preza pela sua privacidade, no mundo ideal você não pode ter nem mesmo o celular. Porém, existem outros dois concorrentes que estão se destacando em meio a atualização da política do WhatsApp.

A empresa de análise Sensor Tower, divulgou números significativos sobre a reação dos usuários. O Signal foi baixado 246.000 vezes na semana antes do WhatsApp anunciar a mudança em 4 de janeiro, e 8,8 milhões de vezes na semana seguinte. Isso no mundo inteiro. O Telegram cresceu ainda mais, registrando de 6,5 milhões na semana que começou em 28 de dezembro para 11 milhões na semana seguinte.

O QUE O GRUPO FACEBOOK GANHA COM ISSO

Está mais do que claro e evidente que quanto mais informações o Facebook, Instagram, Messenger e WhatsApp possuem, mais eles nos conhecem profundamente e alimentam o algoritmo, possibilitando a venda de espaço publicitário e político competindo pela nossa atenção. Porém, não é só isso. Diversos especialistas em tecnologia se unem aos especialistas de redes sociais que assim como eu, acreditam na manipulação de comportamentos. Além da possiblidade de criarem novos produtos integrados com outros serviços da empresa ou até mesmo cobrarem de empresas pelo uso do aplicativo, por enquanto, somente especulação.

O QUE O USUÁRIO GANHA COM ISSO

Nada! 🤡 Na verdade, só perde. Quando seus dados ficam ainda mais expostos, mais venerável você também fica. Por isso, é preciso fazer o uso consciente das redes sociais e saber qual é o uso que a tecnologia faz de você.

Mais artigos

Posts recentes

Como BAIXAR Ícones e em PNG no Flaticon

Hey, social media! Você que sempre procura por ícones focinhos para usar nas publicações, trago uma dica. O Flaticon tem zilhões de ícones e disponibiliza individualmente alguns grátis e outros

Fica de 👀  no seu e-mail que eu tô chegando com uma news lindinha. Me tira do SPAM, hein? 😇